Recursos para a Educação em Ciências
    Banca da Ciência | Experimentoteca | Mão na Massa
 

Ponto de Mutação - uma Visão Sistêmica da Natureza

Flavio Luiz Correa dos Santos

Resumo

O Filme ponto de mutação conta a história de um politico que almeija um cargo de presidente dos E.U.A. Ele vai para uma ilha na França onde mora um amigo poeta. Lá encontram uma ex-cientista da área da Física, então começam um diálogo onde ele vê o mundo segundo a sua visão politica de um modo não interligado, cita como referênciais para fortalecer seus argumentos alguns ex- presidentes dos E.U.A. Ela por sua vez toma uma posição contrária citando grandes nomes da Ciência e interligando todas as ações humanas aos fenômenos da natureza e de como o homem poderia usar melhor os recursos distribuindo-os de maneira igualitária. Nesse ponto os dois concordam ao afirmar que os americanos consomem muito mais recursos do que outros povos. Eles conversam sobre como a natureza era vista antes (como uma máquina) e como ela deve ser vista hoje (um sistema). Junto deles está o poeta que também mora na região da ilha, fugindo da agitação, das cobranças de Nova Iorque, ele dá valor a coletividade, embora esteja em uma espécie de retiro do mundo civilizado moderno capitalista. Ela considera as idéias politicas retrógradas mecanicistas e cita Descartes como referência pelo fato deste acreditar na natureza como uma máquina (uma referência ao Mecânicismo predominante naquela época), onde animais, plantas e até os homens eram comparados a relógios bem contruídos – quando sãos - ou mal feitos, quando doentes. Para o político a visão mecanicista a pricípio não pode ser de todo descartada. Para ela os problemas ambientais são causados pelos povos mais pobres quando se desfazem dos seus recursos naturais para pagar suas dívidas com os mais ricos enquanto esses usam o dinheiro para construir armas. Para ela é preciso causar e não as consequências dos males da humanidade, porque ao tratarmos as consequencias as causas continuarão. Ele alega que o que vem ocorrendo atualmente na natureza pode ser algo sistemático que já ocorria em outros tempos, como a destruição da camada de ozônio por exemplo a qual natureza sobreviveu e a enormes catastrofes, maiores do que as que ocorrem hoje. Ela cita Newton como precursor de um novo paradigma para explicar a natureza, através da gravidade e das particulas seria possível compreender fenômenos e movimentos dos corpos. Usa a física Quântica para fazer um analogia com a vida, que assim como os elétrons é uma zona de probabilidades de conexões que não tem existência independente e que as ações de um interfere na vida dos outros. Por fim a cientista consegue convencer o político da sua forma sistêmica de pensar.

Objetivos

Dar o aluno a oportunidade de perceber a natureza como algo interligado onde as acões de uns afeta a vida de outros.

Estrutura da Atividade

Exibição do filme aos alunos;

discussão com a sala;,

Elaboração de resumo;

Leitura de cada resumo para a classe.

Organização da Classe

Todos juntos.

Formas de Registro

Resenha reflexiva.

Introdução

A compreensão do meio ambiente como um sistema, é fundamental para que as pessoas possam respeitá-lo. No nosso dia a dia executamos ações que aparentemente não implica em nenhuma consequência, mas se levarmos em conta que o planeta é um sistema e que tudo está interligado é preciso repensar nossas atitudes, criar valores esquecidos ou nunca existentes, fazer do homem, que também está aberto para novas trocas de informações, alguém capaz de formar opniões acerca desse tema complexo que é o meio ambiente, considerando o mesmo como o conjunto das forças bióticas e abióticas que condicionam a vida.

Material

Laboratório de informática,papel e caneta.

Procedimento

Primeira aula-introdução ao tema Visão da natureza desde os primóridos da civilização;

Segunda aula - Exibição do filme;

Terceira aula - Leitura e discussão das resenhas.

Situação-Problema

O homem se sente parte da natureza?

Existe consciência do resultados das ações de cada individuo?

Hipóteses

Além de não se inserir na natureza não existe uma consciência das consequências de nossas atitudes.

Elementos Para Testar as Hipóteses

Realizar pesquisa em livros e na internet para auxiliar na elaboração do relatório.

Ações dos Alunos

Em um primeiro momento os alunos podem se sentir um pouco cansados devido ao grande diálogo que existe no filme, mas ao final compreenderão que tudo faz sentido.

Observações

O professor pode fazer pequenos intervalos de cinco minutos a cada meia hora de filme por se tratar de um filme com muitas informações históricas e contemporâneas sobre Ciência e Politica.

Resultados

Espera-se que ao final das discussões e da leitura coletiva os alunos cheguem a um consenso sobre a importância de se compreender a natureza e as inter-relações que nela existe.

Noções Científicas

Ondas de probabilidade;

Dimensões proporcionais do núcleo e eletrosfera;

Espaço vazio da matéria;

Natureza da luz

Dados adicionais

Autores:  

Flavio Luiz Correa dos Santos

Duração:  

três aulas

Nível:  

Ensino Médio

Termos Científicos:  

Sistemas, Ondas de probabilidade, Visão mecanicista

Área:  

física

Enfoques:  

Uso de material

Material Didático:  

Vídeos

Atividade Experimental:  

Recursos audiovisuais

Software:  

Coleta de dados

Internet:  

Vídeos online

 
 

O CiênciaMão é um projeto de extensão universitária da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo, com apoio da Universidade Federal de São Paulo e das entidades abaixo listadas. É coordenado pelo grupo de pesquisa Interfaces. Constitui-se em um repositório de recursos para a educação em ciências, voltado para educadores em geral. Os itens listados são cadastrados manualmente em um banco de dados, de acordo com diretrizes editoriais da coordenação do projeto.

 

EFLCH
Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

 

EACH
Escola de Artes, Ciências e Humanidades

Financiamento e apoio:


UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Copyright © 2006-2013 Universidade de São Paulo - Todos os direitos reservados