Recursos para a Educação em Ciências
    Banca da Ciência | Experimentoteca | Mão na Massa
 

As Percepçoes dos Estudantes Sobre a Organizaçao em Espiral do Curriculo de Fisica

Oto Borges, Arnaldo Vaz, A T Borges, Geide Coelho

Resumo

Este trabalho apresenta a forma como organizamos o currículo de física em uma escola de ensino médio e discute como os estudantes de turmas da primeira e terceira séries declaram perceber essa organização. Os 165 estudantes participantes foram solicitados a escrever sobre a forma de estudar física que a escola adotava, comparando-a ao que eles sabiam de outras escolas através de seus colegas, ou da organização do currículo de outras disciplinas da própria escola. É parte inicial de um empreendimento que visa desenvolver instrumentos que nos permitam discutir as influências de aspectos materiais e estruturais dos ambientes de aprendizagem que projetamos sobre a aprendizagem dos estudantes. A pesquisa sobre percepção dos estudantes sobre o ambiente escolar tem uma longa história, e remonta à teoria de Kurt Lewin, desenvolvida na década de 1930. Lewin propunha serem o ambiente e as suas interações com as características do sujeito os principais fatores determinantes do comportamento humano. Dessa perspectiva decorre que o professor pode atuar sobre o ambiente de aprendizagem para modificá-lo de diferentes modos e segundo diferentes aspectos. Ao fazer essas intervenções, o professor pode deliberadamente afetar o comportamento em sala de aula do estudante. Entendidos segundo essa perspectiva, o planejamento e modificação de aspectos do ambiente de aprendizagem são oportunidades para a ação que se apresentam ao professor para interferir na história de aprendizagem do estudante. Os resultados obtidos indicam que os estudantes não desenvolvem uma forte resistência ao ambiente de aprendizagem criado pela organização do currículo em espiral. Indica também que para a maior parte deles, essa organização propicia boas oportunidades sobre uma variedade de temas de física.

Dados adicionais

Autores:  

Oto Borges,Arnaldo Vaz, A T Borges, Geide Coelho

Instituições:  

Universidade Federal de Minas Gerais

Simpósio:  

XVII

Ano:  

2007

Apresentação:  

Comunicação Oral

Sessão:  

01-Didática da Física: Materiais, Métodos, Estratégias e Avaliaçao

 
 

O CiênciaMão é um projeto de extensão universitária da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo, com apoio da Universidade Federal de São Paulo e das entidades abaixo listadas. É coordenado pelo grupo de pesquisa Interfaces. Constitui-se em um repositório de recursos para a educação em ciências, voltado para educadores em geral. Os itens listados são cadastrados manualmente em um banco de dados, de acordo com diretrizes editoriais da coordenação do projeto.

 

EFLCH
Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

 

EACH
Escola de Artes, Ciências e Humanidades

Financiamento e apoio:


UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Copyright © 2006-2013 Universidade de São Paulo - Todos os direitos reservados